Faça o seu orçamento e receba nossa Qualidade - Atrai Aditivos Ou 📞 Ligue para a Atrai Aditivos Telefone: (11) 3858-7377

Aditivos para cimento: Como tudo começou - Atrai aditivos para concreto, cimento e argamassa

Written by: Fabio Haddad

ADITIVOS PARA CIMENTO: COMO TUDO COMEÇOU

O cimento e os aditivos, já eram antigos conhecidos dos egípcios que utilizavam materiais semelhantes nas suas construções. As pirâmides egípcias sempre despertaram fascínio e dúvidas na história.

Existem teses que defendem sua construção com pedras extraídas de jazidas próximas e sentadas através de força alavanca e roldanas. Porém a mais aceita, devido ao tamanho e a geologia das pedras, é de que elas foram moldadas no próprio local usando uma espécie de concreto com aditivos especiais, uma tecnologia muito avançada para a época.

A palavra é originada do latim CAEMENTU, é uma referencia a velha Roma que era construída com pedra natural de rochedos e sentadas com argamassa eaditivos especiais.

O engenheiro John Smeaton, por volta de 1756, buscava desenvolver um aglomerante que endurecesse mesmo em presença de água, de modo a facilitar o trabalho de reconstrução do farol de Eddystone, na Inglaterra.

Em suas tentativas, verificou que uma mistura calcinada de calcário e argila tornavam-se, depois de seca, tão resistente quanto as pedras utilizadas nas construções.

Em 1824, o construtor inglês Joseph Aspdin queimou pedras calcárias e argila e criou um produto duro como as pedras empregadas nas construções. A mistura não se diluía na água e devido às cores e propriedades de durabilidade e solidez semelhantes às rochas da ilha britânica de Portland, foi patenteada com o nome de cimento Portland.

Considerado um marco na história do cimento, em 1924 foi implantada a Companhia Brasileira de Cimento Portland " CIMENTO PERUZ "no Estado de São Paulo. O mercado recebeu as primeiras toneladas produzidas aqui, em 1926, iniciando a queda dos produtos importados até, praticamente, desaparecer nos dias de hoje.

Cimento Portland e aditivos para o cimento

O cimento Portland pode ser definido como um pó fino, com propriedades aglomerantes, aglutinantes ou ligantes, que endurece sob a ação de água, sendo caracterizado, portanto, como um aglomerante hidráulico. Com a adição de água, se torna uma pasta homogênea, capaz de endurecer e conservar sua estrutura, mesmo em contato novamente com a água. Na forma de concreto, torna-se uma pedra artificial, que pode ganhar formas e volumes, de acordo com as necessidades de cada obra. Graças a essas características, o concreto é o segundo material mais consumido pela humanidade, superado apenas pela água.

Com diferentes adições durante a produção, se transforma em um dos cinco tipos básicos existentes no mercado brasileiro: cimento portland comum, cimento portland composto, cimento portland de alto forno, cimento portland pozolânico e cimento portland de alta resistência inicial.

Aditivos para cimento e o concreto resultante

Segundo os autores Mehta e Monteiro, de forma ampla, as substâncias empregadas como aditivos em dois tipos: substâncias que começam a agir instantaneamente sobre o sistema águacimento, por meio da modificação da tensão superficial da água e pela sua adsorção na superfície das partículas de cimento; e substâncias que se dissociam em seus íons constituintes, afetando as reações químicas entre os compostos do cimento e a água, de alguns minutos até algumas horas após sua adição.

Os aditivos são classificados de acordo com sua função principal, embora algumas vezes sejam mencionadas suas ações secundárias. Na classificação, são considerados aditivos os produtos adicionados em quantidade não maior que 5% da massa de cimento contida no concreto, exceto pigmentos inorgânicos para o preparo de concreto colorido.

No Brasil a NBR 11768 classifica os aditivos em: redutor de água ou plastificante; redutor de água de alta eficiência ou superplastificante; incorporador de ar; retardador de pega; acelerador de pega; e acelerador de resistência. Porém, há outros, não contemplados na norma brasileira, que vêm sendo incorporados às misturas de concreto, tais como modificador de viscosidade, compensador de retração, inibidor de corrosão e redutor da expansão álcali-agregado. Os aditivos modificam as propriedades de argamassas e concretos nos estados fresco e endurecido.

Fontes:
Noticias da Construcao SindusCon Agosto de 2013
Wikipedia Cimento Portland



Atrai aditivos para concreto e argamassa

Os aditivos para concreto são incorporados na mistura entre cimento, água, areia e brita para dar características especiais ao concreto. Essas substâncias alteram as propriedades do material no estado fresco e thumbendurecido, podendo ser exploradas para ampliar as qualidades e minimizar possîveis desvantagens das misturas sem os aditivos.
O concreto aditivado pode ter sua trabalhabilidade, resistência, compacidade, entre outras propriedades, melhoradas, bem como permeabilidade, retração e absorção de água reduzidas.

Algumas das substâncias utilizadas na composição do concreto aditivado são os superplastificantes, retardadores de pega, aceleradores de pega e incorporadores de ar, entre outros. O preparo pode ser feito tanto em centrais, no modelo de concreto usinado, quanto nos canteiros de obras.

Conheça o ATRAI PLAST 915

Desenvolvido para concreto plástico. O Aditivo de Cimento ATRAI PLAST 915 altera as propriedades físicas e químicas da água, economizando sua utilização.